INFORBUSINESS - Compartilhando o seu desenvolvimento profissional

Agroecologia - Hortas para pequenos espaços

AGENDA

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE | PROGRAMAÇÃO


PROGRAMAÇÃO COMPLETA EM: http://bit.ly/1UffSY2

 

Show

Cantoá

O trabalho do grupo piracicabano dialoga com a cultura da sustentabilidade ao trazer instrumentos regionais que fortalecem as raízes fundamentadas no samba, ijexá, baião, xote, maracatu, frevo e música caipira. A banda traz na bagagem influências das tradições populares do Brasil e apresenta um repertório variado, com músicas autorais, canções de domínio público e outros compositores que carregam a essência do regionalismo, como Luiz Gonzaga, Zé Ramalho, Tião Carreiro, Nação Zumbi e Gilberto Gil. 
Dia 2, quinta, 20h.

Comedoria. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Espaço Brincar

Conhecendo algumas espécies de peixe do Rio Piracicaba

Neste encontro a pedagoga e professora de educação infantil Dani Farto contará histórias do nosso rio e os peixinhos que vivem por lá proporcionando um encontro entre pais e filhos para vivenciar experiências com o feltro e um lúdico jogo da memória temático.

Dia 4, sábado, 11h.

Sala de Leitura. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Show

Terra e Prosa

Banda que traz em seu repertório músicas com temática socioambiental em versos, prosas e sons. Apresenta obras de Geraldo Azevedo, André Abujamra, Xangai, Luiz Gonzaga e Elomar, além de trabalhos autorais dos integrantes da banda e músicas compostas na oficina Ambiente e rima na ponta da língua, realizada em maio no Sesc. O grupo é formado por Andrea Martins (voz e percussão), Eduardo Vianna (percussão), Marcio Sartório (voz e violão), Ramon Rocha (voz, violão e viola) e Thiago Barros (baixo). 
Dia 5, domingo, 16h.

Comedoria. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Ciclo de Palestras

Direito Ambiental em Ambiente Urbano

O ser humano modifica o ambiente no qual vive de modo a satisfazer suas demandas sociais e econômicas. Entretanto, tal interferência pode alterar e comprometer todo o equilíbrio dos ecossistemas. É possível garantir o direito de ambos de existirem concomitantemente de maneira harmônica?

 

Rios e barragens: qual o direito da população?

A construção de barragens em rios proporciona à população serviços como o de fornecimento de energia elétrica e hidrovias. Entretanto, altera a formação original fluvial e interfere no desenvolvimento da fauna e flora. Com a Profa. Dra. Sílvia Regina Gobbo, da UNIMEP.

Dia 8, quarta, 19h30.

Teatro. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

A dicotomia do Direito Ambiental em ambiente urbano

Por que é preciso ter uma legislação para proteção ambiental se o ser humano faz parte desse ambiente? Com o Prof. Dr.Paulo Affonso Leme Machado, da UNIMEP. 

Dia 10, sexta, 19h30.

Teatro. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

 

Agricultura Urbana: uma ocupação verde de espaço urbano

O projeto visa discutir de que maneira alguns métodos de cultivo sustentável como a agricultura familiar e a agroecologia, que se baseiam na valorização social, promoção da saúde e preservação ambiental, ultrapassaram os limites do campo para se desenvolver, também, nas áreas urbanas.

 

Bate-papo

Agricultura convencional, agricultura orgânica e agroecologia

Apresentação de três conceitos muito usados atualmente na produção agrícola.

Com Guilherme Calabró, engenheiro agrônomo, e Juliano Scarpelin, engenheiro florestal.

Dia 4, sábado, 14h.

Espaço de Tecnologias e Artes. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Oficina

Agroecologia em ambiente urbano – Hortas para pequenos espaços

Aprenda como implantar os conceitos e a prática da agroecologia em ambientes como casas e apartamentos. Com Guilherme Calabró, engenheiro agrônomo, e Juliano Scarpelin, engenheiro florestal.

Dia 7, terça, 19h.

Sala do Curumim. Grátis. Não recomendado para menores de 14 anos. Inscrições pelo portal sescsp.org.br

 

Bate-papo

Agroecologia na merenda escolar e outras entidades por meio dos mercados institucionais

É possível contemplar instituições públicas de ensino e demais entidades com produtos de agroecologia? Com Ana Flávia Bádue, do Instituto Kairós,Profa. Dra. Gilma Lucazechi Sturion, do Conselho de Alimentação Escolar, Morgane Retière, do Instituto Terra Mater e Venceslau Donizete de Sousa, da Cooperativa da Agricultura Familiar e Agroecológica.

Dia 15, quarta, 19h.

Comedoria. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Bate-papo

Importância da agricultura familiar: produção de alimentos e serviços ambientais

O encontro discute os conceitos e práticas de agricultura familiar, apresentando sua inter-relação com o meio ambiente e as necessidades humanas. Com Guilherme Calabró, engenheiro agrônomo, e Juliano Scarpelin, engenheiro florestal.

Dia 18, sábado, 14h.

Espaço de Tecnologias e Artes. Grátis. Livre para todos os públicos.


 

Ideias e ações para um novo tempo

Programação que integra reflexões e experiências sociais transformadoras voltadas à sustentabilidade, com destaque para pessoas e instituições que fazem diferença na construção de um novo tempo.

 

Aproximação entre produtor e consumidor: uma articulação real

Duas instituições que atuam na facilitação entre produtores e consumidores para a venda direta de produtos agroecológicos e de agricultura familiar, ambas com sede em Piracicaba, conversam sobre o trabalho desenvolvido, suas dificuldades e conquistas, mostrando os benefícios sociais e econômicos de um consumo consciente. Com Mariana Pedrozo, da Direto da Roça e Tathiana Trigo, da Rede Guandu. Mediação: Guilherme Calabró,do Instituto Terra Mater.

Dia 21, terça, 19h30.

Comedoria. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Feira de Agroecologia e do Consumo Responsável

Diversas iniciativas de Piracicaba e região que promovem a agroecologia e a economia solidária mostram ao público seus trabalhos realizados com foco na convivência sustentável entre seres humanos e meio ambiente, para contribuir com a promoção do consumo responsável. Com: Amor Integral, Broto D’Água, Cabocla Amazônia, Casa Nômade, Cuitelo Real, Cultura da Floresta, GEWA - Grupo de Estudos Walter Accorsi, Mani, Núcleo Nheengatu de Agroecologia, Oyá, Permearte, Raros Fazedores de Chocolate, Rede Guandu, Refazenda, Sabiá Sócio Agrobiodiversidade Alimentar, Sítio Marieta e Terra Preta, Sítio Santa Helena e Sítio São Benedito.

Dia 26, domingo, 10h.

Praça. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

Como usar e ocupar espaços públicos?

Os espaços públicos são, por essência, lugares de encontros, diálogos e ações transformadoras da sociedade. Entretanto, esses espaços têm sido delegados ao abandono ou ao mero adorno. O projeto discute como o cidadão pode usar e ocupar um espaço público.

 

Intervenções participativas e apropriação do espaço público

O encontro debate sobre a gestão participativa nas cidades e as diversas maneiras de intervenção nos espaços públicos por meio do uso socioeducativo e apropriação cultural e produtiva de tais espaços.

Com os arquitetos André Blanco, do Instituto Ambiente Total e Luca Stasi, do Estúdio Ctrl+Z.

Dia 28, terça, 19h30.

Comedoria. Grátis. Livre para todos os públicos.

 

SERVIÇO

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Programação no Sesc Piracicaba: de 2 a 28 de junho

Consulte o Portal Sesc SP em: http://bit.ly/1UffSY2

Voltar