INFORBUSINESS - Compartilhando o seu desenvolvimento profissional

Mercado por delivery e mudança no transporte: Piracicaba volta a aumentar restrições

As medidas mais rígidas dos nove dias de restrições em Piracicaba (SP) voltam a valer nesta sexta-feira (2). Entre elas está que supermercados terão de atender apenas por delivery, até as 20h. As restrições são para tentar conter o agravamento da pandemia da Covid-19.
 
Além disso, postos de combustíveis poderão funcionar até as 20h durante o período, com exceção ao próximo domingo (4), quando não podem abrir. Os próximos três dias são os últimos em que valem as restrições do decreto publicado na última semana.
 
O documento define a antecipação do feriado de Corpus Chisti para 29 de março e, com isso, entre 27 de março e 4 de abril foram apenas três dias úteis.
 
27/03 - sábado
28/03 - domingo
29/03 - feriado antecipado de Corpus Christi
30/03 - terça-feira, dia útil
31/03 - quarta-feira, dia útil
01/04 - quinta-feira, dia útil
02/04 - feriado da Sexta-feira Santa
03/04 - sábado
04/04 - domingo (Páscoa)
Nesses três dias as regras para alguns setores eram diferentes. Supermercados puderam funcionar com atendimento presencial, lotéricas puderam abrir e o transporte público circulou normalmente. Nesta sexta-feira as restrições mais rígidas voltam a valer. Veja abaixo como fica a cidade até domingo.
 
Durante os nove dias de validade das restrições, o vencimento de taxas, tributos, cobrança de água e pagamentos de origem municipal que vencerem no período vão ser prorrogados e podem ser pagos até dia 9 de abril sem juros.
 
 
A partir de segunda-feira (5) a cidade volta para a fase emergencial do Plano São Paulo. O decreto foi publicado pela prefeitura nesta quinta-feira (1) e essa fase vai até 11 de abril. Saiba o que pode funcionar no período.
 
Restrição de circulação
A restrição de circulação continua valendo: das 20h às 4h30 somente os profissionais de atividades autorizadas pelo decreto poderão circular nas vias da cidade ou cidadãos em casos emergenciais devidamente justificados às autoridades fiscalizadoras. Para fins de abordagem, a tolerância é até 21h.
 
Continue lendo essa notícia do G1, clicando aqui.
Voltar